Fepagro precisa de reestruturação

 Fepagro precisa de reestruturação

 

Conselheiros do Fundesa e representantes da diretoria da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e a secretária adjunta da Agricultura, Ildara Vargas, estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira (29) para discutir soluções para as dificuldades enfrentadas pelo Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF).

 

Após apresentação de levantamento realizado pela Fepagro, o grupo chegou à conclusão de que é necessária uma reestruturação financeira em toda a Fundação, que possui várias unidades de pesquisa e demonstração, além do IPVDF.

 

O presidente do Fundesa, Rogério Kerber, sintetizou a opinião dos conselheiros, afirmando que “o IPVDF é estratégico para a sanidade animal do RS, mas não podemos encontrar uma solução isolada para o Instituto, precisamos pensar na Fepagro como um todo”, conclui.

 

O diretor técnico da Fepagro, Carlos Oliveira, vai preparar uma apresentação com relatório de atividades da Fundação, apresentando com o custo de cada ação e a repercussão disso no orçamento do Estado além do impacto destas atividades para setor produtivo do RS.

 

Além de pesquisas, o Instituto é responsável pelo diagnóstico de diversas enfermidades no Rio Grande do Sul. 

 Thais D'Avila 

Assessoria de Imprensa - Fundesa

 

>> Mais notícias

28/02/2020