A OIE reconheceu,o Rio Grande do Sul e Santa Catarina como livres de

 

 

 
 Da esquerda para direita- Carlos Rivaci Sperotto Vice-Presidente Fundesa (FARSUL), Rogério Jacob Kerber Presidente Fundesa )(SIPS), Governador do Estado - RS José Ivo Sartori, Ernani Polo Secretário Agricultura e Valdecir Luis Folador   Conselheiro  Fundesa suínos (Acsurs)

 A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) reconheceu, há pouco, o Rio Grande do Sul e Santa Catarina como áreas livres de peste suína clássica (PSC) durante assembleia geral do órgão, em Paris, na França. Grande momento para a suinocultura gaúcha!!

 
ssembleia geral do órgão, em Paris, na França.
No registro da jornalista Thais D'Avila, que acompanhou a comitiva, estão o presidente do Fundesa, Rogério Kerber, o presidente da ACSURS, Valdecir Luis Folador, o secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do RS, Ernani Polo, e o coordenador da Frente Parlamentar de Apoio à Suinocultura Gaúcha, deputado estadual Aloísio Classmann.

>> Mais notícias

10/04/2019

Frente em Defesa do Milho tem adesão de 27 deputados

09/04/2019

Deputados querem criar Frente em Defesa da Cultura do Milho

08/11/2018

Presidente Fundesa fala sobre desafios sanidade animal

04/09/2018

Surto de Peste Suína Africana na Ásia exige atenção em biosseguridade

29/08/2018

Presidente do Fundesa recebe Medalha Assis Brasil

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem