Como os países do BRICS se comportam na produção e consumo de suínos?

 

Como os países do BRICS se comportam na produção e consumo de suínos?

A revista Pig Progress analisou os países que fazem parte do BRICS e apontou as particularidades de cada um deles

 

Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2014 às 13h13

 
Como os países do BRICS se comportam na produção e consumo de suínos?

A revista Pig Progress analisou os países que fazem parte do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e apontou as particularidades de cada um deles no que diz respeito à produção e consumo de suínos.

Segundo aponta a Pig Progress, cada um possui seus problemas específicos, seus pontos fortes e suas fraquezas. Mas quais são os desafios que fazem cada um desses países relevantes para a suinocultura?

Confira:

Índia: Suíno per capita

Existem mais de 1.2 bilhões de razões para pensar que a Índia oferece grandes oportunidades para a produção de suínos no futuro. O número se refere à população do país - a segunda maior do mundo. Mas, infelizmente, por várias razões, não existe uma tradição forte de produção de suínos ou de consumo da carne no país.

Estudos recentes da FAO mostraram que, durante o ano de 2013, havia cerca de 9.3 milhões de suínos em toda a Índia - ou apenas 1 suíno por 136 habitantes. Isso mostra um consumo per capita muito baixo, de cerca de 0,21kg por ano.

É necessário um certo pioneirismo, mas há um mundo para vencer na Índia.

África do Sul: números

Para indicar exatamente o tamanho atual da indústria de suínos da África do Sul, o Dr. Pieter Grim-beek mostrou em sua análise que todo o consumo de carne suína do país equivale a metade do que é demandado no estado de São Paulo, no Brasil.

No entanto, há uma tradição no consumo de carne suína. Em 2013, o número foi de 5,2kg per capita, de acordo com os dados da FAO. As estimativas da organização apontam também que o país possui cerca de 1.6 milhões de suínos - embora nem todos estejam sendo comercializados.

Há um potencial crescente na África do Sul, e a proximidade com mercados a serem desenvolvidos ajuda a melhorar mais ainda esse potencial.

Rússia: política

Com todo o mundo atento à política internacional que o país mantém com a Ucrânia, a Rússia se tornou um pouco isolada. O país agora está sentindo os efeitos de um boicote internacional, o que pode ou não aumentar a velocidade do desenvolvimento da indústria russa - o que é um fator um tanto lamentável, devido à demanda alta de suínos no país, que chega a 20kg per capita ao ano.

Além disso, a Rússia é o mais país do mundo, mas há apenas 1 suíno por km2, em média, em toda a Rússia.

Se as tensões internacionais estiverem fora do jogo, o mercado de suínos no país poderia estar em melhor situação.

China: grandes quantidades

Mais suínos abatidos por ano, mais suínos consumidos per capita, mais suínos produzidos, mais pessoas, densidade mais alta de suínos - a China encontra um cenário positivo na suinocultura mundial.

A população de suínos é de cerca de 482 milhões e há uma média de 50.2 suínos por km2 no país. No entanto, ainda há alguns problemas a serem solucionados: a melhora das estruturas, a vulnerabilidade para as doenças e a importação de ração, que é bastante demandada pelo país, mas ainda não de um exportador fixo.

Brasil: melhor cenário

O Brasil apresenta o melhor cenário de todas as cinco estatísticas. De todos os países do BRICS, é o que mais apresenta oportunidades de ter as melhores estatísticas de crescimento. O país é bem maior do que a China, mas possui uma população sete vezes menor. Para os chineses, o Brasil pode parecer extremamente vazio.

O Brasil possui uma indústria de suínos bem desenvolvida, tradição na produção e uma tendência crescente de consumo com uma população de 40 milhões de suínos em 2013.

Não é preciso nenhum pioneirismo no país - mas é necessário incrementar as exportações.

Fonte: Redação PorkWorld com informações de agências internacionais

>> Mais notícias

24/08/2017

Comissão aprova proj. de Katia Abreu que suspende cobrança do Funrural

25/05/2017

Simpósio do Leite abordará Biosseguridade

10/05/2017

Biosseguridade e bem-estar na produção suína

03/03/2017

Audiência pública proposta por Weber discutirá decreto para suinocultu

16/12/2016

CP: Kerber vai para 7º mandato

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem