Presidente do SIPS defende retirada da vacinação contra aftosa

 Presidente do Sips defende retirada da vacinação contra aftosa

 

O presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos, José Roberto Goulart, defendeu durante a abertura da Avisulat 2014, a retirada da vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul. Atualmente o estado é área livre de aftosa com vacinação, o que limita a entrada em alguns mercados como Estados Unidos,  Japão, União Europeia, Filipinas e Chile.

 

Conforme Goulart, o estado já está há 14 anos sem o registro da doença e tem plenas condições de manter a vigilância para evitar o retorno da doença. “A vacinação faz com que fiquemos de fora de mercados importantes e que remuneram bem a indústria e o produtor.”

 

O presidente citou como alternativa a “compartimentalização” de áreas para a exportação, com trabalho que vem sendo estudado pelo ministério da Agricultura. Na prática, o sistema é parecido o reconhecimento do estado de Santa Catarina como exportador para vários mercados. “Em geral, os países aprovam outros países para importar produtos. Mas aqui no Sul, Santa Catarina é como um segmento compartimentalizado dentro do país.” 

 


 

--


Thais D'Avila

>> Mais notícias

25/05/2017

Simpósio do Leite abordará Biosseguridade

10/05/2017

Biosseguridade e bem-estar na produção suína

03/03/2017

Audiência pública proposta por Weber discutirá decreto para suinocultu

16/12/2016

CP: Kerber vai para 7º mandato

16/12/2016

O Sul: Rogério Kerber é reeleito presidente do Fundesa

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem