Desafios para uma suinocul sustentável debatidos em Salvador do Sul

 13/02/2014

Desafios para uma suinocultura sustentável debatidos em Salvador Sul

 

  Principais desafios para uma suinocultura sustentável são debatidos em Salvador do Sul (RS)
 
Com o objetivo de servir de referência para uma suinocultura sustentável, quarenta representantes de diversas entidades estão reunidos no Encontro Técnico para Elaboração do Manual Básico de Sustentabilidade Ambiental da Suinocultura, em Salvador do Sul (RS).  
 
O encontro é promovido pelo Fundesa – Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal. Para o presidente da entidade, Rogério Kerber, levar ao produtor a orientação detalhada sobre as diversas normas que regulamentam a atividade é fundamental para obter entendimento sobre a importância dos cuidados ambientais. Kerber afirma que, desta forma, a suinocultura gaúcha poderá estar à frente das exigências, antecipando soluções no que diz respeito ao cuidado com a natureza.
 
Conforme o coordenador do evento, Paulo Basso, o manual vai servir também para que “a sociedade civil possa acompanhar a organização da cadeia de acordo com as tendências mundiais de manejo ambiental”.
 
Um dos temas abordados na abertura do evento foi o uso da água. Conforme Ricardo Martins, da Emater, o custo para a construção de cisternas pode ser reduzido à metade se forem utilizadas alternativas para a purificação da água. “Com o uso de filtragem lenta que nada mais é do que o uso de manta, areia e brita. O investimento necessário é de seis mil reais”.
 
Ainda sobre o tema água, o presidente do Comitê das Bacias Hidrográficas Taquari-Antas, Daniel Schmidt, que o diagnóstico para o Plano Estadual de Recursos Hídricos, apontou que a intenção da população e produtores da região é, em vinte anos, transformar as bacias “das classes 3 e 4 que não são aptas ao consumo humano e animal em bacias de classificação 1 e 2, ou seja, aptas para abastecimento e consumo, através do manejo dos efluentes.”
 
Até amanhã (12), os participantes estarão reunidos em quatro Grupos de Trabalho (GT), para criar o primeiro texto do Manual Básico de Sustentabilidade Ambiental da Suinocultura. Os GT´s estão divididos para pontuar sobre água, biossegurança e resíduos sólidos, resíduos orgânicos e ainda licenciamento ambiental, de onde sairá a primeira versão do documento.
 
Assessoria de Imprensa Fundesa

>> Mais notícias

25/05/2017

Simpósio do Leite abordará Biosseguridade

10/05/2017

Biosseguridade e bem-estar na produção suína

03/03/2017

Audiência pública proposta por Weber discutirá decreto para suinocultu

16/12/2016

CP: Kerber vai para 7º mandato

16/12/2016

O Sul: Rogério Kerber é reeleito presidente do Fundesa

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem