Grupo de Trabalho sobre Carne Suína inicia atividades

O Grupo de Trabalho (GT) para a inserção da carne suína nas refeições institucionais no Rio Grande do Sul teve sua primeira reunião na tarde desta terça-feira em Porto Alegre. A composição do GT aconteceu após publicação de decreto do governador Tarso Genro. Os resultados devem ser apresentados em 90 dias.
 
As refeições institucionais são aquelas servidas em escolas estaduais, presídios, quartéis e hospitais. O secretário-adjunto da Agricultura estima o número de porções entre dois e três milhões por mês. Entretanto, o trabalho do grupo será realizar o diagnóstico do mercado e oferecer possibilidades de cortes e logística, além de proporcionar treinamento para merendeiras e nutricionistas, sobre o preparo da carne suína.
 
Na próxima reunião, agendada para 15 de janeiro, serão apresentados três iniciativas já consolidadas em torno deste tema, em outros estados brasileiros.
 
O Grupo de trabalho é composto por representantes das Secretarias da Agricultura, de Recursos Humanos, Educação, Saúde, Segurança, MAPA, Emater, Fiergs/Conagro, Famurs, Sips, Acsurs, Fundesa, entre outras entidades.
 
O Sindicato da Indústria de Produtos Suínos apresentou a Cartilha desenvolvida para colaborar na compreensão sobre a saudabilidade da carne suína, bem como apresentar alternativas práticas e baratas para o preparo de receitas à base do produto.
Capa da Cartilha desenvolvida pelo Sips

>> Mais notícias

10/04/2019

Frente em Defesa do Milho tem adesão de 27 deputados

09/04/2019

Deputados querem criar Frente em Defesa da Cultura do Milho

08/11/2018

Presidente Fundesa fala sobre desafios sanidade animal

04/09/2018

Surto de Peste Suína Africana na Ásia exige atenção em biosseguridade

29/08/2018

Presidente do Fundesa recebe Medalha Assis Brasil

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem