Ministro vai à Rússia pedir fim de embargo

 

Bloqueio a produto brasileiro prejudica seis frigoríficos instalados no Estado

Produtores gaúchos estão esperançosos por uma solução para o embargo russo à carne produzida no Estado. Imposto em junho de 2011, o bloqueio atinge seis frigoríficos no Rio Grande do Sul, além de unidades em Mato Grosso e no Paraná.

Nesta semana, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, viajará à Rússia para discutir o entrave. Na sexta-feira, se reunirá com a ministra da Agricultura do país, Yelena Skrynnik, para apresentar o cumprimento das normas sanitárias exigidas pelas autoridades russas e pedir a retomada imediata da exportação.

O secretário de Defesa Agropecuária brasileiro, Enio Marques, chegará a Moscou dois dias antes para acelerar a negociação e resolver pendências técnicas com as autoridades sanitárias russas. A perspectiva de resolução do impasse anima o setor no Rio Grande do Sul.

– É uma situação que nos prejudica, pois afeta um importante mercado. Há meses aguardamos uma solução – afirma Ronei Lauxen, presidente do Sindicato da Indústria da Carne do Estado (Sicadergs).

Na época do bloqueio, a Rússia absorvia 30% das exportações de carne in natura do Rio Grande do Sul. Conforme Lauxen, a demanda do país passou a ser suprida por frigoríficos instalados em Estados fora da zona de embargo, que começaram a focar na exportação.

Se o bloqueio for encerrado, a recuperação do mercado russo pelos gaúchos deverá se dar com a redistribuição do tipo de produção dos frigoríficos, afirma Lauxen.

A viagem de Mendes Ribeiro ocorre em um momento político favorável às negociações. O ministro conversou pela primeira vez com Yelena Skrynnik em janeiro. Na época, afirmou que a expectativa era de que uma solução seria concretizada após as eleições presidenciais na Rússia. A votação ocorreu no início de março e resultou na vitória de Vladimir Putin.

 

Em espera
Confira os frigoríficos, conforme o Sicadergs, que podem voltar a exportar para a Rússia se houver o fim do embargo:
- Alegrete (Marfrig)
- Bagé (Marfrig)
- São Gabriel (Marfrig)
- Capão do Leão (Marfrig - 2 unidades)
- Santa Maria (Silva)
Fonte: Fonte: Sicadergs

 

Fonte: Jornal Zero Hora

>> Mais notícias

10/04/2019

Frente em Defesa do Milho tem adesão de 27 deputados

09/04/2019

Deputados querem criar Frente em Defesa da Cultura do Milho

08/11/2018

Presidente Fundesa fala sobre desafios sanidade animal

04/09/2018

Surto de Peste Suína Africana na Ásia exige atenção em biosseguridade

29/08/2018

Presidente do Fundesa recebe Medalha Assis Brasil

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem