Suinocultores pedem mais rigor do governo em ações contra embar. russo

Representantes do setor no RS solicitam que ministro da Agricultura leve questão ao governo da Rússia durante viagem à Alemanha

 

 
Raquel Heidrich / Agencia RBS
Foto: Raquel Heidrich / Agencia RBS
Setor de suínos do Rio Grande do Sul aponta queda nas vendas desde o início do embargo russo

 

Representantes de criadores de suínos e frigoríficos do Rio Grande do Sul reivindicam que o governo federal reforce as ações para a reabertura do mercado russo. Um grupo de integrantes do setor solicitou, nesta terça, dia 17, que o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, que embarca nesta quarta, dia 18, para Berlim, na Alemanha, trate do assunto na reunião que terá com membros do governo da Rússia.

De acordo com o diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Rio Grande do Sul, Rogério Jacob Kerber, as vendas de carne suína no Exterior caíram 15% desde junho, quando o país suspendeu a compra das 10 plantas do Estado autorizadas a exportar. Os números foram apresentados ao governo federal.

– Isso requer uma atenção e foi nesse sentido que o setor esteve com o ministro e sua assessoria. Reforçamos a importância da presença dele na negociação com as autoridades russas no sentido de retomar as exportações – explica.

Os suinocultores também cobraram mecanismos de escoamento de milho para o Rio Grande do Sul. A safra foi fortemente afetada pela estiagem.

– Se busca mecanismos oficiais através de leilões com alguma subvenção, no sentido de equalizar o custo para continuidade destas produções no Estado – diz.

 

Fonte: Rural BR

>> Mais notícias

28/02/2020