RS assina decreto e anuncia ações

O RIO GRANDE ARDE

 

Além de simplificar a ajuda aos municípios atingidos pela seca, a assinatura do decreto de emergência coletiva pelo governador em exercício, Beto Grill, na manhã de hoje, virá acompanhada de medidas da administração estadual para tentar reduzir o impacto do fenômeno. O Estado deve anunciar ajuda direta, cedendo máquinas, perfuratrizes e combustível para a abertura de poços, além da liberação de sacas de sementes de milho a agricultores no programa Troca-Troca. Ontem, mais de 20% das cidades gaúchas já haviam decretado situação de emergência (107 municípios).

O ato de assinatura ocorre às 10h, em Boa Vista das Missões. O município do Norte foi escolhido para a solenidade por ser uma espécie de centro da seca gaúcha, conforme o governador em exercício. Grill antecipou a Zero Hora que o decreto único deverá acelerar a obtenção de recursos junto ao governo federal. Também servirá para que os agricultores atingidos acessem mais rapidamente o seguro das lavouras, desburocratizando processos.

Para obter o status de emergência, prefeitos precisam entregar um levantamento dos estragos à Defesa Civil. Em alguns casos, municípios estão com lavouras devastadas e gado passando sede – o que já bastaria para arruinar a economia local –, mas não têm como provar outras condições exigidas para a emergência.

– Estamos em alerta para minimizar esse quadro preocupante, que pode ter mais agravantes, como o racionamento de água – observou o vice-governador.

Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Ivar Pavan, entre as ações para ajudar produtores está a liberação, neste mês, de 40 mil sacas de sementes de milho no programa Troca-Troca. Os agricultores poderão acessar linha de crédito a juro zero para plantio de sementes forrageiras para pastagem do gado leiteiro. Será prorrogado o prazo para que quem recebeu sementes do governo faça o pagamento. No total, será disponibilizado R$ 1 milhão para convênio entre prefeituras e agricultores. Beto Grill ressaltou que o pacote de medidas estará permanentemente aberto a sugestões dos prefeitos das cidades atingidas. Um novo decreto coletivo, com cidades que não estiverem no anúncio de hoje, deve ser feito em até duas semanas.

Tarso Genro deve se reunir com pequenos agricultores

O governador Tarso Genro deve se dedicar ao tema da seca logo após retornar das férias, no dia 16. Ele participaria, no dia 17, de uma reunião convocada pelo movimento dos pequenos agricultores em Palmeira das Missões. Contudo, a presença de Grill em Boa Vista das Missões, separada de Palmeira das Missões por apenas 20 quilômetros, hoje, poderá causar uma mudança no roteiro que será percorrido por Tarso.

Para não fazer visitas em municípios já vistoriados pelo seu vice, é possível que o governador opte por um roteiro pela região do Alto da Serra do Botucaraí.

 

>> Mais notícias

10/04/2019

Frente em Defesa do Milho tem adesão de 27 deputados

09/04/2019

Deputados querem criar Frente em Defesa da Cultura do Milho

08/11/2018

Presidente Fundesa fala sobre desafios sanidade animal

04/09/2018

Surto de Peste Suína Africana na Ásia exige atenção em biosseguridade

29/08/2018

Presidente do Fundesa recebe Medalha Assis Brasil

Ver todas as notícias

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem