>> Artigos

"Um ano de desafios para a industria"

 “Um ano de desafios para a indústria”

 

O Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos (Sips-RS) realizou nesta terça-feira a confraternização de fim de ano com os associados. O encontro aconteceu na Fiergs e contou com palestra do economista da Federação, André Nunes, com balanço de 2014 e perspectivas para 2015 para a economia brasileira.

Nunes apresentou um cenário preocupante, especialmente quando o assunto é a dívida pública e o baixo crescimento da indústria nacional. “Há muita concorrência dos produtos importados, que chegam no Brasil mais baratos. Cada setor que importa um de seus componentes para reduzir custos de produção, prejudica a cadeia imediatamente anterior”, informa.

O presidente do Sips, José Roberto Goulart salientou durante o encontro que 2014 foi um ano positivo, “que permitiu boas margens para o setor, recuperando prejuízos do ano anterior”.  Para 2015 o dirigente acredita que haverá muitos desafios para a indústria, com novas regulamentações relativas ao trabalho nas plantas – que podem reduzir produtividade e elevar os custos. Goulart afirma também que com a expectativa de redução na oferta de bovinos, o preço da carne de gado deve ser elevado ao consumidor. “O mercado interno é o nosso porto seguro, temos que aproveitar. Conquistar novos importadores é um processo lento, não podemos contar somente com isso para melhorar o desempenho a curto prazo”, afirma.

O diretor da Associação Brasileira de Proteína Animal, Jurandi Machado, apresentou os números conjunturais da produção nacional de suínos. Ele afirmou que os produtores brasileiros vêm aumentando satisfatoriamente a produtividade. “O crescimento da produção brasileira está ancorado na elevação da produtividade. Graças a isso, as crises serão superadas mais facilmente do que no passado”, acredita.

O diretor executivo do Sips, Rogério Kerber, deixou como mensagem aos associados da entidade o desafio de participar de discussões sobre temas relevantes para o setor. “Precisamos estar organizados para falar sobre resíduos sólidos, bem estar animal e outros temas que envolvem diretamente a produção de carne suína”, alerta.

Kerber afirmou ainda que será realizado um grande seminário no Rio Grande do Sul, sobre bem-estar animal,  em março de 2015, apresentando dados técnicos e estudos científicos sobre questões como o alojamento de matrizes. “Queremos melhorar sempre, mas todas as discussões devem ser feitas com cuidado e ouvindo diversos todos os atores do processo.” 

--

Thais D'Avila Assessora de Imprensa

>> Mais artigos

24/08/2017

Cepea: recuperação da Agroindústria deve favorecer resultados em 2017

25/05/2017

09/06/2017 - EVENTO: BIOSSEGURIDADE E BEM-ESTAR NA PRODUÇÃO SUÍNA

17/04/2017

Saldo do Fundesa supera R$70 milhões

04/04/2017

Case gaúcho de sanidade animal apresentado em evento continental

22/03/2017

Carta aberta do Setor Agroindustrial

Ver todas os artigos

<< Voltar

Nome

E-mail

Mensagem